quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Governança Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe divulga carta aberta ao governador Paulo Câmara criticando pretensão de aumento de tributos na área têxtil

A Governança Empresarial (GEM) de Santa Cruz do Capibaribe, formada pelas quatro maiores entidades da capital da moda de Pernambuco - Moda Center Santa Cruz, Câmara de Diretores Lojistas (CDL Santa Cruz do Capibaribe), Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) e Associação Santa-cruzense de Contabilistas (Ascont) - divulgaram ontem (12/12) uma carta aberta destinada ao governador Paulo Câmara. No conteúdo, posicionam-se contrariamente à proposta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de aumentar a carga tributária para o setor têxtil. A justificativa do aumento seria conseguir recursos para o Fundo de Desenvolvimento da Cadeia Têxtil e de Confecções (FUNTEC).

O FUNTEC arrecadou milhões de reais dos produtores de confecções de Pernambuco nos últimos anos e sua aplicação e gestão foram realizadas sem transparência. Para Allan Carneiro, líder do grupo, o fundo precisa ser repensado em sua essência. “Estamos dispostos a colaborar novamente na busca das melhores soluções e elas não passam necessariamente pelas insuportáveis propostas de aumento de carga tributária para quem gera o real desenvolvimento do setor têxtil e de confecções em Pernambuco”, declarou.

Para a entidade, a proposta, além de inadequada, também é um retrocesso à sistemática de tributação vigente para o segmento, construída a partir de um diálogo franco e transparente do setor com a SEFAZ-PE. Com base nesse entendimento, em dezembro de 2016, o Governo de Pernambuco sancionou a simplificação da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) às empresas do setor têxtil em Pernambuco. Com a medida, o recolhimento do tributo deixou de ser realizado na venda dos produtos e passou a acontecer no momento da compra de insumos para confecções. Os atacadistas de tecidos passaram a pagar antecipadamente pelo restante da cadeia produtiva, garantindo assim uma boa arrecadação para o Estado e uma plataforma tributária com ganho de competitividade para o setor. Com a nova tributação em vigor, houve um aumento de aproximadamente 15% na arrecadação do setor que, em receita, representa muito mais do que qualquer queda na arrecadação via FUNTEC.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

BOBS INAUGURA AMANHÃ EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE


Carta ao Governo do Estado de Pernambuco


DICA AUTO PRONTO



Um amortecedor velho pode ser facilmente identificado ao passar sobre uma lombada, por exemplo. “O lado que estiver com o amortecedor velho, afunda mais facilmente”, afirma Sérgio Albuquerque, especialista da oficina Impacto Especiais. Outra situação que dá a dica é a hora de fazer uma curva. Neste caso, um lado também afundará mais do que o outro se o amortecedor estiver na hora da troca.
.
Mas o amortecedor também indica visualmente quando está velho demais para o uso. Ele tende a “suar” quando antigo, permitindo a penetração de poeira e outras sujeiras. “Há casos de peças estouradas sem o dono perceber. Se houver pingos de óleo sob a roda, a chance disso ter acontecido é grande”, completa. Sérgio diz ainda que os ruídos por desgaste de borrachas são comuns, mas o de amortecedores são diferentes. “São batidas fortes, com barulho seco, facilmente o motorista percebe”, finaliza.

Fonte: Revistaautoesporte

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE: ATÉ ONDE IREMOS?

No próximo dia 29, Santa Cruz do Capibaribe completa 65 anos de emancipação política. Esse período transcorreu contando uma bela trajetória. Histórias de superação, desenvolvimento, construção e criatividade. Muito temos que falar acerca dessa cidade que acolhe a todos sem fazer distinção. Sem preterir ninguém.

Uma coisa, no entanto, nos deixa preocupados neste momento festivo: o desprestígio e os maus tratos à memória e aos costumes da nossa gente, que ao longo dos anos, lutou pelo fortalecimento da Capital da Sulanca. A desatenção pelas nossas tradições, cuidou logo de desdenhar desse codinome que tanto nos honrou nas décadas finais do século XX – CAPITAL DA SULANCA!. A memória física (construções) do centro antigo, é dizimada diariamente, diante das autoridades que parecem não se importar com o legado de conquistas dos nossos antepassados. A memória cultural, desde há muito, é rejeitada e seus propagadores não têm espaço e nem vez. Onde estão o São João nas ruas, as chegadas de lenha, o quebra-lajeiro, as festas de padroeiro, a Semana do Folclore, o Ypiranga e as grandes vaquejadas? Por que, mesmo com tanto dinheiro, ninguém canaliza recursos para a reativação dos movimentos de cultura popular? Como? Pois até mesmo as festas comandadas pelo poder público são as que mais descaracterizam as nossas tradições!

CHEGA! BASTA! Já passou da hora de pararmos para fazer uma longa reflexão ou então, os filhos naturais de Santa Cruz do Capibaribe estarão alijados do comando dos destinos da cidade (poderes executivo e legislativo) assim como ocorre em outras áreas. Não que os nossos irmãos adotivos não sejam merecedores de tal honra. É que até agora, estes Têm demonstrado verdadeiro desconhecimento e, por conseguinte, desinteresse pela nossa história e costumes.

Faça você, sem aquele envolvimento político-partidário, um questionamento e responda, sinceramente.

a. O serviço de atendimento à Saúde em Santa Cruz do Capibaribe é satisfatório, comparável ao posicionamento desta terra no cenário econômico da Região?
b. Você acha adequado o Terminal Rodoviário de Santa Cruz do Capibaribe?
c. E o transporte público? Atende as suas necessidades?
d. O serviço de Assistência Social acolhe bem as pessoas em situação de vulnerabilidade?
e. É fácil a locomoção para pessoas com dificuldade de mobilidade pelas nossas ruas e calçadas ou passeio público?

Não é de hoje. Não é de agora. Quando tudo era – aparentemente - mais difícil, nossa gente dispunha de segurança, diversão, atenção e até um ‘campo de pouso e decolagem para pequenos aviões’.

Pela sua grandeza de bonificar àqueles – que mesmo fazendo-lhe declarações de amor – apenas sugam as riquezas oferecidas, “PARABÉNS SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE: 65 ANOS DE CONQUISTAS”!!!


Por: José Oliveira de Góis 

Polícia Militar realiza ação do ‘Alerta Celular’ no Shopping Difusora

Durante a quarta-feira (12), a Polícia Militar de Pernambuco, por meio do 4°Batalhão, estará no primeiro piso do Shopping Difusora, durante o horário de funcionamento do mesmo, ao lado da entrada principal, orientando a população sobre o sistema ‘Alerta Celular’. O sistema tem como objetivo inibir a ação dos assaltantes.


O objetivo da ação é tirar dívidas da população e cadastrar os celulares no sistema desenvolvido para facilitar a devolução dos mesmos, em casos de roubos ou furtos. Para isto, é preciso saber o IMEI (Identificador Internacional de Dispositivo Móvel) de seu aparelho, número de identificação que todo celular possui na Anatel.

Os policiais estiveram, durante toda a manhã da terça (11), fazendo esse trabalho junto à população. Muita gente passou pelo local para tirar todas as dúvidas sobre o sistema e já aproveitaram a oportunidade para fazer o cadastro no mesmo. O cadastro é simples e gratuito.

HOSPITAL MESTRE VITALINO INAUGURA UNIDADE DE ONCOLOGIA

A Organização Social de Saúde Hospital do Tricentenário inaugura no próximo sábado (15) a Unidade de Oncologia do Hospital Mestre Vitalino (HMV). A ação acontece a partir das 10h na sede do Hospital Mestre Vitalino, BR 104, Km 61,5.


Prefeitura de Taquaritinga do Norte iniciou projeto de desativação do lixão

A Prefeitura de Taquaritinga do Norte iniciou o processo de desativação do lixão que vai ser prioridade da atual gestão municipal no ano de 2019.

A prefeitura já iniciou o processo de estudos, laudos e termos de referência que já esta em andamento sendo desenvolvido pelo engenheiro ambiental e analista ambiental Dr. Manoel Rodrigues de Figueiredo Neto.

Os transtornos causados pelo lixão atingem comunidades como Situação, Jerimum e Algodão. Segundo a Diretoria de Meio Ambiente do município, além dos transtornos e danos ao meio ambiente, o número de incêndios criminosos tem aumentado nos últimos meses.

O prefeito ressaltou a importância do projeto para o avanço ambiental de Taquaritinga do Norte além da saúde da população das comunidades atingidas. “Esse tema é sério e de grande responsabilidade e que possamos, com a parceria do MP que tem sido um grande parceiro e Diretoria de Meio Ambiente melhorar a qualidade de vida da população  melhorando o meio ambiente resolvendo esse problema que se transformou o lixão de Taquaritinga do Norte. Esperamos o mais breve possível levar a população essa ótima notícia do fechamento do lixão de nosso município", disse Lero.


Na ultima quinta feira dia 6 de novembro o prefeito Lero, a Diretora de Meio Ambiente Aline Cursino e o promotor de justiça de Taquaritinga do Norte Hugo Eugênio, participaram de uma audiência junto com o ministério publico de Brejo da Madre de Deus, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e representantes das prefeituras das cidades citadas, a fim de buscar soluções para os lixões de todas as cidades.

Na oportunidade a Diretoria de Meio Ambiente de Taquaritinga do Norte expôs o direcionamento que o município de Taquaritinga esta tomando para solução deste problema. Segundo a Diretora de Meio Ambiente Aline Cursino, foi explicado aos participantes que Taquaritinga do Norte irá seguir o modelo do município de Toritama onde em breve vai enviar os resíduos sólidos gerado por Taquaritinga para um aterro sanitário, recomendado e licenciado pela CPRH – Agência Estadual de Meio Ambiente.

Em relação aos incêndios a Diretoria de Meio Ambiente tem tomado as medidas cabíveis fazendo campanhas contra as queimadas, acionando sempre o corpo de bombeiros de Toritama quando necessário além da prefeitura sempre fazer o trabalho com máquinas no próprio lixão separando os resíduos para evitar novos focos de incêndios.

A Diretora de Meio Ambiente, Aline Cursino, falou sobre ações da Diretoria. "Estamos sempre buscando conscientizar a população através de campanha e palestras e agora estamos trabalhando para desativação do lixão no sítio Raposo, já estamos elaborando o projeto junto com Dr. Manoel Rodrigues para muito em breve executar a desativação do lixão", disse Aline.


Assessoria de Imprensa 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Moda Center Santa Cruz - Ao vivo nesta segunda 10.12.2018

Se você perdeu a nossa live desta segunda-feira (10) no Moda Center Santa Cruz, não se preocupe. Gravamos para você!


Programe-se para fazer suas compras no maior centro atacadista de confecções do Brasil.

Próximas feiras neste mês de dezembro:

15, 16 e 17 (sábado, domingo e segunda);
22 e 23 (sábado e domingo);
28 (sexta).

Assista ao primeiro episódio do especial 'Moda - A força do Agreste'


Foi ao ar neste sábado (8), na TV Asa Branca/Globo, o primeiro episódio do especial "Moda: A força do Agreste". Parabéns à TV Asa Branca e à VIU Cine por documentarem tão bem a história da nossa economia. Já estamos ansiosos para o próximo episódio, que vai ao ar no sábado (15),

Lei proíbe uso de animais para testes de produtos em PE e prevê multas de até R$ 100 mil

Uma lei que proíbe a utilização de animais para testes de cosméticos, perfumes e outros materiais de higiene pessoal e de limpeza foi sancionada pelo Governo de Pernambuco. Descumprimentos podem render multa de até R$ 100 mil, além de suspensão temporária da atividade da empresa, cassação da licença do estabelecimento e apreensão dos produtos e animais utilizados.

A medida, que altera o Código Estadual de Proteção aos Animais do estado, foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (7) e entra em vigor em 90 dias.


A lei estipula que os valores arrecadados através das multas devem ser utilizados para custear ações e campanhas de conscientização da população sobre a guarda responsável e os direitos dos animais. Instituições, abrigos sanitários e programas estaduais de proteção, bem-estar e castração dos animais também devem ser beneficiados.

A notícia foi bem recebida pelos órgãos de proteção dos animais, como a Associação dos Protetores de Animais de Pernambuco (Apape) que luta pelos direitos dos bichos e resgata animais de rua, promovendo adoção através de uma rede de voluntários.

A Apape vem participando de debates com o poder público sobre o assunto e lançando campanhas de boicote a empresas que utilizam animais para testes. "Estamos em um mundo em que a tecnologia já está bem avançada e ela deveria ser utilizada para substituir essas formas de testes de produtos", afirma a secretária executiva da associação, Mônica Almeida.

A representante da Apape acredita, ainda, que a punição pelo descumprimento da lei foi bem definida. O valor varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, a depender da gravidade da infração. Em casos de reincidência, a multa pode ser aplicada em dobro.

"É muito sofrimento para os animais passarem por esses testes, que são sempre feitos na pele ou nos olhos. Causam feridas, machucados e muitas vezes necrose. Até que, finalmente, a empresa encontre o seu produto ideal. Por isso essa lei é uma vitória. É um degrau que estamos subindo em uma longa escala pela causa animal", aponta.

Outras mudanças

Apesar de comemorar a lei, a Apape afirma que ainda existem outros direitos dos animais que precisam ser atendidos pelo poder público. Um deles é a proteção e o cuidado com os animais de rua. "Hoje os protetores estão fazendo o serviço que é do poder público. Tem protetor que cuida de mais de 100 animais. Isso é dever do governo", afirma a secretária-executiva da Apape.

Uma das ações necessárias para proteção dos animais de rua, segundo Mônica Almeida, é a aplicação das vacinas AV-8 e AV-10 para animais de rua. "Eles já vacinam contra raiva, mas ainda não fazem contra várias doenças. A AV-8 e AV-10 são vacinas que protegem contra dois conjuntos de oito e 10 doenças, entre elas sinomose, hepatite e leptospirose", destaca Mônica.

Outra lei que a Apape luta para que seja aprovada é a proibição de carroças de tração animal. O grupo, no entanto, aponta que essa é uma medida que deve ser realizada progressivamente e com um programa maior, que envolve oportunidade e assistência aos carroceiros.

"Tem carroceiro que viveu a vida inteira em cima de uma carroça. A gente não quer tirar o ganha pão da família deles. Mas é preciso uma solução que ajude os dois lados. É preciso talvez um programa de profissionalização que os ajude a conseguir outras profissões ou incentivar a devolução expontânea do animal pelo dono, com a oferta de uma carroça com bicicleta e cestas básicas para ajudar", exemplifica a secretária executiva.

Fonte: G1 Caruaru

Projeto 'Viva Gonzaga' tem início nesta segunda-feira (10) em Caruaru

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, irá promover a 2ª Semana do Forró, em homenagem ao Dia Nacional do Forró, com o projeto "Viva Gonzaga". A ação será entre os dias 10 e 15 de dezembro e tem como objetivo homenagear Luiz Gonzaga, envolvendo ações artísticas e culturais.

A programação vai contar com grupos de teatro, poesia, dança, maracatu, cinema, liga dos bois, artes figurativas, bandas de pífanos, trios pé de serra, além de palestras e oficinas. As apresentações vão acontecer no Alto do Moura, Feira de Artesanato, Museu do Barro, Pátio de Eventos, Academia Caruaruense de Cultura Ciências e Letras (ACACCIL) e Monte do Bom Jesus.


Confira a Programação

10 de dezembro (Segunda-feira)
9h - Feira de Artesanato: Banda de Pífano Alvorada
19h - ACACCIL: Trio pé de serra Forró de Mais
19:30 - ACACCIL: Esquete Teatral - A Morte do Vaqueiro ( Zé Carlos)
20h - ACACCIL: Abertura Roda de Conversa
Mediação da Mesa: Jornalista Hérlon Cavalcanti.

11 de dezembro (Terça-feira)
9h - Estação Ferroviária (Casa do Boi Tira-Teima): Oficina de percussão sobre a obra de Luiz Gonzaga
14h - Visita das escolas municipais ao Museu do Barro/Sala Luiz Gonzaga

12 de dezembro (Quarta-feira)
15h - Museu do Barro: Dialogando sobre Luiz Gonzaga
Curta-metragem: Gonzaga e sua trajetória de sucessos - Palestrantes: José Urbano, professor de História.

13 de dezembro (Quinta-feira)
6h - Café com Gonzaga: Pátio de Eventos (Estátua do Rei)

14 de dezembro (Sexta-feira)
9h - Museu Mestre Galdino: Oficina de artes figurativas com o artesão Manoel Bernardo sobre obra musical de Luiz Gonzaga para 16 alunos da Escola Municipal Dr. Tabosa de Almeida.
14h - Idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) - CRAS de Pau Santo
19h - Pátio de Eventos: Esquete teatral - A Morte do Vaqueiro (Zé Carlos).

15 de dezembro (Sábado)
16h – Monte Bom Jesus: Arte e Educação - professora Adriana Sales sob a ótica de Luiz Gonzaga. (Maracatu, percussão e dança).


FONTE: G1 CARUARU 

Diocese de Caruaru celebra 70 anos de existência com exposição no Polo Caruaru

Em todos os fins de semana do mês de dezembro está sendo realizada a Festa do Comércio do Polo Caruaru. Dentro das atividades da segunda edição do evento, acontece a Exposição Memória Diocesana. O objetivo é apresentar ao público a arte e a história dos 70 anos da Diocese de Caruaru e 170 anos da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, a Catedral. O espaço é aberto ao público de segunda a sexta, das 9h às 18h, e nos fins de semana, das 9h às 19h.

A exposição faz parte das comemorações diocesanas propostas para o ano de 2018. A mostra é composta por objetos sacros, fotografias, textos, objetos litúrgicos, paramentos e itens que pertenceram aos bispos Dom Paulo Hipólito, Dom Augusto Carvalho e Dom Costa. Além disso, estão expostos acervos que contam sobre a história das Paróquias de Nossa Senhora das Dores e do Rosário, São Francisco, da Igreja da Conceição, do Palácio Episcopal, do Colégio Diocesano e do Instituto Histórico de Caruaru. No local, o visitante também tem a oportunidade de assistir a um documentário sobre Nelson Barbalho, com cenas raras da chegada do primeiro bispo da diocese, Dom Paulo Hipólito.

O projeto é realizado pelo Polo Caruaru, com apoio da Diocese de Caruaru e curadoria de Walmiré Dimeron. De acordo com o coordenador diocesano de pastoral e administrador da Catedral, Pe. Zenilson Tiburcio, a exposição é um resgate da história diocesana e recorda aos fiéis sobre a missão de dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos durante os anos.

“Para as novas gerações é uma oportunidade de conhecer um caminho que vem sendo percorrido com a contribuição de tantos homens e mulheres, que sensíveis ao chamado de Deus buscam fazer a sua parte, construindo o reino na Diocese de Caruaru. Também é uma oportunidade para as pessoas contemplarem a evolução e as diversas características de cada época”, afirmou.